Fundos de investimento: por que eles fecham?

Falha no carreagmento da imagem :(

Você sabia que os fundos de investimento fecham? Muita gente se questiona sobre o motivo, afinal, por que fechar um fundo se ele atrai novos investidores, e consequentemente, gera mais receita para os gestores?

Então vamos a resposta:

Por que os fundos de investimento fecham?

Após alcançar determinado patrimônio, é natural que o fundo feche para realização de novas aplicações ou aportes. Estes fundos são altamente procurados por acumular grandes ganhos e contam com estratégias diferenciadas que se destacam pela eficiência nos resultados.

Dessa maneira, a razão principal para o fundo fechar, é a preocupação em manter a qualidade da gestão, eficácia da estratégia e corresponder às expectativas dos investidores.

Determinadas estratégias possuem certo capacity, ou seja, talvez o gestor não consiga executar plenamente as ordens com um volume de recursos maior do que o planejado. Dessa forma perderia a agilidade para entrar e sair de investimentos, prejudicando o potencial de lucro e, talvez, a estratégia adotada poderia se tornar ilíquida.

Partindo desse ponto de vista, a restrição de captação é primordial para gestoras sérias e comprometidas com os cotistas.

Quando os fundos podem ser fechados?

Os fundos de investimento podem ser fechados sempre que o gestor achar conveniente. Ou seja, o gestor é a pessoa competente determinar o fechamento e a reabertura do fundo. Veja um exemplo abaixo:

Suponha que determinado fundo foi fechado por questões de liquidez. Nessa situação, a restrição é para saques. Caso a assembleia aprove a decisão, o gestor terá tempo extra para atingir os objetivos do fundo, de modo que as retiradas não prejudiquem o desempenho do fundo.

Algumas vezes, os fundos também podem fechar por questões de sobrevivência. Por exemplo, se o fundo estiver em um momento ruim, o gestor pode fechá-lo com o intuito de fazer com que o investidor seja mais tolerante com o desempenho adverso do fundo, como visto no filme “a grande aposta”. Assim, evita-se uma série de saques que poderiam agravar o desempenho do fundo e, também, em razão de pedidos de resgate incompatíveis com a liquidez da carteira.

Fechamento obrigatório

O fechamento obrigatório para captações e resgates de fundos de investimento pode ocorrer se houver fortes prejuízos que obriguem o gestor a reestruturar toda a sua carteira, junto com a aprovação dos cotistas. Isso quer dizer que os investidores não poderão sacar ou aplicar recursos até tudo ser resolvido.

Ganhos do gestor

Ao saber que os fundos fecham, muita gente se pergunta sobre os ganhos do gestor. Pois, de forma geral, eles ganham com a taxa administrativa, que incide sobre o patrimônio líquido do fundo e a taxa de performance, que incide quando superado o benchmark.

Mas como dissemos acima, as gestoras que levam seu trabalho a sério, preferem renunciar à possibilidade de aumentar mais rapidamente sua remuneração, para continuar proporcionando bons rendimentos para os atuais cotistas.  Portanto, o foco é preservar a qualidade.

O que saber antes de investir em um fundo?

Antes de optar por um fundo específico, procure investigar o histórico de fechamentos e reaberturas de captação. Você pode obter todas as informações no site da CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Basta clicar na opção “Fundos de Investimento”.

Para continuar aprendendo sobre investimentos, continue acompanhando o blog Lucrei