O que é Swing Trade e como lucrar com essa modalidade?

Falha no carreagmento da imagem :(

O sonho de todos que investem ou pensam em investir na Bolsa de Valores é ganhar dinheiro economizando tempo. O Swing Trade pode ser uma opção para conquistar esse objetivo. Além de ser uma estratégia de operação mais versátil, certamente é a melhor forma de ter um retorno significativo, sem precisar operar por um longo período.

Se você não faz ideia do que estamos falando, leia o artigo que preparamos para hoje. A partir de uma explicação simples, falaremos sobre o básico que você precisa saber para lucrar com essa modalidade. Acompanhe!

 O que é e como funciona o Swing Trade?

Swing Trade nada mais é que um dos modos de negociação de ativos existentes na Bolsa de Valores. Essa estratégia está voltada para investimentos no curto e médio prazo e tem o propósito de identificar e investir em tendências de mercado, obtendo lucro com a performance de ações, contratos futuros, entre outros ativos.

É uma forma de trade, porém com menos risco e maior possibilidade de ganhos. O período que o swing trader mantém os papéis depende de sua estratégia e o momento em que o mercado se encontra. No entanto, leva em torno de algumas semanas ou até meses, dependendo da posição desejada.

Vantagens do Swing Trade

Uma das principais vantagens que atrai o interesse de investidores em se tornar um Swing Trader, é a possibilidade de conciliar as operações com outra profissão, visto que não demanda tanta dedicação se comparado a operação Day Trade.

O ritmo menos acelerado das operações permite que o investidor faça um monitoramento menos frequente das oscilações. Portanto, essa pode ser uma boa estratégia para quem não vive apenas do trading.

Além do mais, normalmente as modalidades de renda variável são as mais arriscadas, mas como dito anteriormente, essa não oferece tantos riscos se comparada as demais. Mas claro, isso não os elimina.

Quais os riscos de investir com Swing Trade?

O risco está nas oscilações do mercado que podem variar e gerar benefícios ou prejuízos. Outro risco a se considerar é o de liquidez. Esse não é muito comum, mas pode atingir investimentos em ações menos negociadas. Dependendo do papel, pode ser que o trader enfrente dificuldades para vendê-lo a um preço que julgue justo devido à falta de comprador.

Qual o jeito certo de operar no Swing Trade?

Para operar de maneira inteligente, o investidor deve acompanhar informações sobre o mercado financeiro, se atentar aos setores e companhias nas quais investe ou deseja investir, fazer análises detalhadas para encontrar boas oportunidades, respeitar seu stopgain e stoploss estimados e ter convicção das estratégias que adotou.

Sendo assim, o trader deve ser empenhado e priorizar a análise técnica, ideal para investimentos de curto prazo. Ao utilizar os gráficos, é possível avaliar como os preços se alteram no decorrer de um determinado período. No entanto, se o trader não tiver intenção de se aprofundar no assunto e tomar decisões sozinho, tem a opção de contratar um especialista para auxiliá-lo.

Leia também: O que é Tag Along e qual sua importância?