O que é Tag Along e qual sua importância?

Falha no carreagmento da imagem :(

No mercado financeiro há diversos mecanismos criados para proteger os investidores. Um deles se chama Tag Along. Se você investe em ações já deve ter ouvido falar sobre esse termo e os benefícios que ele oferece, principalmente para os acionistas minoritários.

Quer saber mais? Continue lendo o texto a seguir:

O que é e como funciona o Tag Along na prática?

Previsto na Lei das S.A. (Lei das empresas de Sociedade Anônima), Tag Along é uma ferramenta que visa dar mais garantia aos acionistas minoritários, nos casos de mudança no controle da companhia. Ou seja, funciona como uma proteção a esses acionistas.

Para facilitar seu entendimento, vamos a um exemplo:

Suponha que você é acionista minoritário de uma empresa. O preço de mercado de suas ações atualmente é de R$0,50. Certo dia você se surpreende ao descobrir que os majoritários já acertaram a venda do controle da empresa. Eles vão vender suas ações por R$2,00.

Então começam os questionamentos: “por que os novos controladores estão querendo vender a empresa? Ela não é boa o suficiente?”. Porém, antes de se fazer esse tipo de pergunta, você deve fazer uma breve reflexão: os majoritários, como controladores da empresa têm acesso a informações que você não tem. Isso quer dizer que se estão vendendo a empresa para outro grupo, pode ser que ela não seja exatamente como você imaginava.

Se após o ocorrido, você como minoritário quiser deixar de ser acionista, com o Tag Along você tem esse direito. Além disso, se a empresa garantir um Tag Along de 100%, o acionista minoritário recebe 100% do valor por ação.

Tag Along – Ações ordinárias e preferenciais

De acordo com a lei, o Tag Along só é garantido aos acionistas que possuem papéis ordinários (ON). Isso quer dizer que em casos de ações preferenciais, o minoritários não tem essa garantia, a não ser que esteja especificado no estatuto da empresa.

Governança corporativa – Novo Mercado

A governança corporativa ou governo das sociedades como também é chamada, é o conjunto de processos responsáveis por regulamentar a maneira como uma empresa é dirigida, administrada ou controlada. Na Bovespa, há diversos níveis de governança corporativa. O Novo Mercado é o mais avançado. Nele só podem participar empresas que garantam 100% de Tag Along aos acionistas minoritários. A AMBEV é um exemplo.

Entenda o caso da AMBEV

Em 2004, a AMBEV passou pela mudança do controle acionário para a belga Interbrew, que levou à criação da InBev. A partir desse acontecimento, as ações ordinárias da AMBEV acumularam ganho de 10,35% nos dois pregões após o anúncio oficial da transação, sendo que já estavam com valorização acumulada de 36,6% nas últimas cinco sessões. Em contrapartida, nesses mesmos dois pregões, as ações preferenciais caíram mais de 7% e o ganho foi de apenas 7,4% nos cinco pregões anteriores.

Conclusão

Quando se fala em ações, é de grande importância procurar por aquelas que garantem o Tag Along, principalmente se você for um investidor com objetivos a longo prazo ou que acredita que o controle acionário da companhia possa mudar. Por outro lado, se você for um investidor de curto prazo, significa que não precisa se preocupar tanto com essa questão.

Mas fique atento. Afinal, se uma empresa é tão boa quanto apresenta ser, é necessário pensar qual motivo levaria os controladores a optar por vendê-la, e certamente há uma justificativa, que pode significar até que ela não seja como você pensava.

Aproveite e leia também: O que é Scalping Trade?